Governo desmente promessas falsas de Basílio Horta sobre "Hospital" de Sintra

A futura unidade de saúde -- que "não é um novo hospital, como o senhor presidente da Câmara de Sintra referiu" -- será "um polo do Hospital Amadora/Sintra [Hospital Fernando da Fonseca], sem internamentos e muito parecido ao modelo do hospital do Seixal"

Ministro Adalberto Campos Fernandes, na sessão de encerramento da 7.ª Reunião Anual da Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC), no dia 6 de Novembro, na Figueira da Foz.

Leia a notícia completa - SIC Notícias

 

Pode um presidente de Câmara brincar com expectativas das populações?
Pode! Basílio Horta, presidente da Câmara de Sintra, está a prometer o que não pode cumprir por motivos eleitoralistas
.

Pressionado pelas eleições autárquicas do próximo ano, Basílio Horta decidiu prometer intempestivamente «um hospital para Sintra» para tentar apagar três anos de um mandato em que nada conseguiu resolver. É um acto de puro desespero eleitoral.

Vamos aos factos:

  • No dia 22 de Outubro deste ano, o Ministro da Saúde anunciou a construção de 3 hospitais: Seixal, Évora e Lisboa Oriental.
    Nem uma palavra sobre Sintra, nada.
  • No 3 de Novembro, o Ministro das Finanças, durante a apresentação do Orçamento de Estado, anunciou investimento público na área da saúde com a concretização de 3 hospitais, a saber: Seixal, Évora e Lisboa Oriental.
    Sobre Sintra, nada.
  • Ontem, o Ministro da Saúde desmentiu Basílio Horta reafirmando que não será construído nenhum hospital em Sintra, mas um pólo com algumas valências, das quais ficam de fora os internamentos e as urgências.

Estes factos demonstram que Basílio Horta já está em campanha eleitoral e que deita mão a todos os expedientes que sirvam os seus interesses de sobrevivência. O presidente da Câmara de Sintra devia estar a lutar por um novo hospital que responda às suas necessidades concretas, mas está a brincar mediaticamente com as expectativas das comunidades sintrenses: nem o Orçamento de Estado nem o Orçamento Municipal têm qualquer verba prevista para a sua construção.

 

Marco Almeida lamenta eleitoralismo em final de mandato

Sejamos claros: Sintra precisa de um novo hospital que sirva os seus 400 mil habitantes. Esta é que devia ser a luta de Basílio Horta. Esta é a nossa luta. É esta a batalha que estamos a travar ao lado das comunidades sintrenses.

Sintra precisa de um novo hospital com todas as valências e com os fundamentais serviços de urgência.

Sintra não precisa desta imensa trapalhada que resulta da falta de estratégia e da incapacidade de Basílio Horta para gerir um município com a dimensão de Sintra.

 

Veja mais sobre este desmentido nos media:

Ministro da Saúde desmente Basílio Horta (6 de novembro de 2016)
 
Ministro das Finanças desmente Basílio Horta durante a apresentação do Orçamento de Estado para 2017 (3 de novembro de 2016)
Ver minuto 14.38 segundos
 
Hospital Eleitoral de Sintra
Saloia TV
Ministro da Saúde diz que em SINTRA não haverá um novo Hospital, mas sim apenas um polo do AMADORA SINTRA. Diz exactamente o contrário do que afirmou BASÍLIO HORTA e até o chega a desmentir.
 
 
TOPO