Ambiente

Exemplo máximo de incoerência – Quem defende os 15 trabalhadores da Parques de Sintra Monte da Lua?

2020-03-21T16:22:45+00:00Sábado, 21 Março 2020|

A anunciada medida de despedimento de 15 trabalhadores pela Parques de Sintra Monte da Lua, quando afinal se esperava que uma empresa de capitais exclusivamente públicos desse o exemplo, na linha, aliás, do preconizado pelo Governo, instando as empresas a manterem os seus trabalhadores numa fase como aquela que vivemos e

Corte de árvores ao longo da estrada da Lagoa Azul

2020-01-27T15:51:42+00:00Segunda-feira, 27 Janeiro 2020|

Na sequência de vários alertas enviados por munícipes, hoje solicitámos ao presidente da Câmara esclarecimentos sobre o corte de árvores que tem estado a ocorrer ao longo da estrada da Lagoa Azul e até ao rio da Mula, já que operações deste tipo nos suscitam sempre fundada preocupação.  

Professores exigem que retirada de amianto seja feita sem os alunos nas escolas

2019-11-06T16:42:15+00:00Quarta-feira, 6 Novembro 2019|

Um grupo de professores protestou esta manhã junto à câmara de Sintra exigindo que a autarquia retire o amianto das escolas apenas quando os alunos estiverem de férias e não durante o fim de semana. Os professores defendem que os alunos correm riscos em ir para as aulas nos dias seguintes ao processo de remoção uma

A Serra de Sintra vai ter um Centro de Interpretação da Natureza

2019-10-16T08:49:57+00:00Segunda-feira, 14 Outubro 2019|

Dirigido às escolas e às famílias, será inaugurado na próxima quarta-feira, dia 17 de outubro, um Centro de Interpretação da Natureza na serra de Sintra, que terá como objetivo promover o contato com a natureza, a sensibilização ambiental e o conhecimento sobre a fauna e a flora presentes nos ecossistemas únicos que caracterizam esta região.

Escola Básica em Queluz encerra e forma cordão humano pela remoção de amianto

2019-10-11T09:50:56+00:00Quinta-feira, 10 Outubro 2019|

Na manhã de quarta-feira, dia 9 de outubro, a Escola Básica 2, 3 de Ruy Belo, em Queluz, encerrou as portas em protesto. À entrada do edíficio, dezenas de alunos, professores, funcionários e alguns pais formaram um cordão humano exigindo a retirada do amianto das escolas. Esta iniciativa surge na sequência de uma outra realizada também